Sobre mim

Especialista em Direito Previdenciário e do Trabalho
Pós Graduada em Direito e Processo do Trabalho e Previdenciário pela Faculdade Estácio. Professora de Direito Previdenciário do Tutor Acadêmico. Idealizadora do perfil jurídico no Instagram @missaoadvogada. Especialidade em Benefícios por Incapacidade. Advogada atuante nas áreas Trabalhista, Previdenciária e Direito de Família.

Verificações

Elaine Cristina de Oliveira, Advogado
Elaine Cristina de Oliveira
OAB 173.785/MG VERIFICADO
O Jusbrasil confirmou que esta OAB é autêntica
PRO
Desde Setembro de 2017

Principais áreas de atuação

Direito Previdenciário, 25%
Direito Civil, 25%
Direito do Trabalho, 20%
Direito de Família, 15%
Direito do Consumidor, 15%

Correspondência Jurídica

Serviços que realizo como correspondente jurídico
Buscas e apreensões
Peças
Cargas
Recursos
Despachos
Andamentos

Primeira Impressão

(12)
(12)

12 avaliações ao primeiro contato

Direito Previdenciário

Direito de Família

Trânsito

Direito do Consumidor

Recomendações

(6)
Christina Morais, Advogado
Christina Morais
Comentário · há 8 meses
Quanto ao passaporte, não precisa apreender o passaporte. Mas quando viajamos, temos que provar que temos recursos financeiros para passarmos no país de destino o tempo determinado no visto. Na maioria dos casos. Esse valor pode ser bloqueado se a Justiça fizer uma parceria com a polícia federal, interpol, e os sistemas alfandegários. Exagero? Acabei de inventar isso, não reparem a ausência de fundamentação. Mas é uma ideia que podemos começar a desenvolver, não acha?

Já pensou? Qual não seria a surpresa do cidadão, ao mostrar seus dólares e travels checks (ainda se usa isso? rsrsrs) e cartões de crédito e descobrir que metade do valor foi automaticamente bloqueado por determinação do juiz da vara trabalhista do fim do mundo que ele nem lembrava mais que existia? Crente que tinha se visto livre daquele "caso" há anos.

Quanto à justiça, penso que só o direito é justo. A noção pessoal que cada um tem de justiça é que não é justo. Já pensou? Se todos ficassem à mercê do que o julgador "acha" que é justo? A justiça tem a ver com a verdade e a verdade é uma só. Verdade não é o mesmo que versão. Morro de antipatia quando alguém diz que cada um tem a sua verdade. Mentira! Cada um tem a sua versão, a sua impressão e por aí vai. Verdade é uma só. Ou você deve, ou não deve. Ou você nasceu ou não nasceu. Ou casou ou não casou. Ou morreu, ou não morreu. Simples. Botar patrimônio em nome de laranja é injusto porque é ilegal. É sonegação fiscal inclusive (não do laranja, óbvio). E o direito não permite isso, embora a lacuna da lei em regular o injusto dê um nó na justiça. Mas não torna o fato justo, pois na lacuna da lei, valem os princípios gerais do direito, que, de forma alguma socorrem a má fé, sob nenhum prisma que se analise. A pessoa conseguir fazer não significa que o direito permita. Então voltamos à justiça: o direito é sim, justo. E, ao contrário de sua posição, nem sempre é lógico. Já que a dívida pode ser de 10, mas você terá que pagar 20, se não tiver um recibo! kkkkkkk. O que também é justo, porque o direito não socorre a quem dorme e quem paga mal, paga duas vezes, o que também é justo. Injusto seria a lei permitir que a palavra do devedor servisse de prova de pagamento. Minha opinião.

Perfis que segue

(7)
Carregando

Seguidores

(29)
Carregando

Tópicos de interesse

Carregando
Novo no Jusbrasil?
Ative gratuitamente seu perfil e junte-se a pessoas que querem entender seus direitos e deveres
Fale agora com Elaine Cristina
(32) 98488-03...Ver telefone
(32) 98488-03...Ver telefone
Avenida Dos Franciscanos, 225 F || Bairro: São Sebastião - Ubá (MG) - 36505000

Elaine Cristina de Oliveira

Avenida Dos Franciscanos, 225 F || Bairro: São Sebastião - Ubá (MG) - 36505-000

(32) 98488-03...Ver telefone

(32) 98488-03...Ver telefone

Entrar em contato